12 abril, 2013

Tivemos um susto... ou como um dia a Miya inchou como um balão

Nunca é demais relembrar o quão é importante conhecermos os nossos bichinhos.
Estarmos atentos a todas as mudanças, saber reconhecer o que é normal, e acima de tudo, agir prontamente!

Miya com 4 meses (1.Outubro.2009)

Até aqui nunca tinha tido um problema de saúde sério com as minhas meninas... ok, tive um pequeno acidente provocado por negligência, onde graças a deus, foi só susto e correu tudo bem (essa história fica para depois, sim?).

Segunda feira, regressadas da páscoa, notei que a Miya estava muito encolhida, com os olhos meio fechados e meio ramelosos - os olhos dela são tão redondinhos e bonitos, que estranhei logo.

A Miya é a minha porquinha sensível, por isso à primeira vista pensei que estava só assustada com mais uma mudança... andar pelos cantos e encolhida é na verdade o seu modo de estar sempre que se vê numa situação nova.

Mas depois toquei-lhe e senti-a inchada... e maior ainda... e dava-lhe festas e ela fechava os olhos não de uma forma preguiçosa, mas dolorosa. Tocava-lhe na parte inchada e ela reagia com a patinha, claramente incomodada.

Concluimos que o melhor era seguir com ela ao veterinário, e se não o tivessemos feito rapidamente, o desfecho teria sido outro :(

Um estômago inchado é uma condição dolorosa e fatal para os porquinhos-da-índia.
Então, ao que parece, os porquinhos-da-índia, seja por situações de stress ou de mudança de alimentação, ou por ingestão de certos alimentos que fermentam mais no estômago (não foi o caso), ou talvez por outras causas (há ainda muito por descobrir), podem acumular ar (gás) no trato intestinal resultando na distensão do estômago ou do cecum.
Eles não têm forma de o libertar... podem ser porquinhos mas nestas coisas, infelizmente não são.

 Raio-x do estômago inchado, de tal forma que empurra todos os outros orgãos

Depois de lhe ter sido administrado um medicamento que não teve o efeito desejado, foi necessário colocar um tubo e fazer a sucção do ar. (falando de forma leiga).
Tudo isto acarreta riscos, mas tudo correu pelo melhor :)

Raio-x depois da intervenção.

Neste momento ainda estamos a monitorizar a evolução dela, porque isto pode voltar a acontecer.
Tivemos de lhe dar imensos medicamentos à seringa durante 6 dias, verificar se não "incha", certificar-nos de que ela faz exercício, que come muito feno e neste momento a ração está suspensa (ela bem pede, mas nisto somos inflexíveis. A saúde primeiro).

Queria agradecer ao veterinário Dr. Hugo Lopes, da clínica veterinária Vetolaias que tão bem tratou da minha menina e por ter sido tão atencioso connosco, ao Rui, do CAPI, por todo o apoio, e ao meu  por ter compreendido a importância e a urgência de toda a situação e nos ter levados prontamente ao veterinário.

Sublinho ainda a importância de conseguirmos manejar bem os nossos animais, porque nestas situações temos de pegar neles, dar-lhes medicamentos, e se não formos capazes podemos comprometer a sua recuperação.

♥ Um dono responsável faz o seu trabalho de casa ♥
mais sobre "bloat" ou estômago inchado:
:: http://jackiesguineapiggies.com/handfeedingyourguineapig.html
:: http://jackiesguineapiggies.com/handfeedingyourguineapig.html#bloat
:: http://www.smallanimalchannel.com/guinea-pigs/guinea-pig-health/guinea-pig-bloat.aspx

2 comentários:

Anónimo disse...

Olá,
Também tenho porquinhos da india e à umas semanas aconteceu-me mais ou menos o mesmo. Levei uma das minhas porquinhas ao veterinário porque estava muito inchada também eram gases. A médica explicou que isso pode acontecer por eles ingerirem comida fresca (verduras, frutos secos etc) sem ter ração no estômago o que causa essa fermentação.
Aprendi a dar-lhe sempre os frescos depois de estarem secos (fora do frigorifico ja a algum tempo e sempre depois de comerem a ração.

Deixo o meu recente blogue:
http://tendinhadosporquinhos.blogs.sapo.pt/

**mf** disse...

Olá,

Eles podem ter gases por causa de certos vegetais que trabalham mais o estomago. Não foi o caso da Miya.

Não sei se concordo com o que a sua vet disse, uma vez que o que importa na alimentacao é o feno e não a ração.
Alias, o meu vet, depois de tudo o que aconteceu, aconselhou a suspender a ração.

O que os porquinhos precisam é de estar sempre a comer - o sistema digestivo deles funciona assim - e o feno fornece as fibras, desgasta os dentes, não engorda.

A ração engorda, não desgasta os dentes molares e pode fazer com que comam menos feno, por isso acho melhor dar a ração como uma refeição, em vez de deixar sempre disponível.

Eu diria que convem eles terem algo no estomago para nao causar essa fermentação, mas nao deve ser obrigatoriamente racao, pode ser o feno.

São as fibras que regulam o pH que ajudam na sintetização dos nutrientes. Os açúcares em excesso podem provocar um desiquilibrio no sistema.

E sim, os vegetais devem estar sempre à temperatura ambiente, de forma a não provocar perturbações no sistema digestivo - tal como a nós, humanos.

Irei adicionar o seu blog aqui ao lado. Vou tentar acompanhar as suas histórias :)
Obrigada pela partilha.

mf